Vamos para a nuvem!
Mercado caminha em direção às centrais de atendimento dentro do novo modelo 28/03/2013 12:05
» Pedro Silveira
Mais consolidada em algumas áreas e em outros países, a tecnologia em nuvem vem ganhando espaço também no mercado de brasileiro call center. O modelo já tem ampla aceitação em mercados como o norte americano e o europeu, locais onde as companhias perceberam o quanto é vantajoso pagar por suas soluções como serviço, segundo Pedro Silveira, gerente de marketing para América Latina. "Trata-se de um modelo de eficiência comprovada em outros mercados e que aumenta ainda mais a competitividade do nosso universo. Podemos, inclusive, extrair mais vantagens do cenário brasileiro ao mover nossas operações para a nuvem e, a partir daí, adotar melhores tecnologias e conhecer melhores práticas - conquistas que já são uma realidade em mercados com perfil ´early adopter´", conta.
 
O executivo destaca que a oferta de tecnologia de implementação das centrais de atendimento na nuvem é um recurso que irá quebrar paradigmas. Isso porque elimina a necessidade de altos investimentos em hardware e licenciamento de software, algo que, por si só, amplia o ciclo de vida da tecnologia usada no país devido aos altos custos. Como consequência, permite que companhias de qualquer porte mudem o modo como se relacionam com o cliente. "É verdade que a oferta de um bom atendimento ao cliente passa pela implementação de tecnologia para automatizar os processos numa central, e que isso demanda investimentos. Mas o cenário é positivo com a possibilidade de implementação dessa tecnologia na nuvem, que barateia os custos", esclarece. Ele reforça ainda que a adoção da tecnologia é um passo importante e consecutivo à percepção por parte das empresas de que a qualidade de atendimento é chave para qualquer tipo de negócio.
 
MOBILE
Além da nuvem, a integração de smartphones e tablets - e de seus recursos multimídia - ao contact center também é uma tendência que vem para atender à cada vez maior adoção desse canal de comunicação pelo cliente. "Até 2016, mais de 70% das comunicações entre empresa e cliente serão realizadas através de dispositivos móveis", alerta.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin

Palavras mais procuradas

VIKSTAR  CSU  AEC  DNK  CALL CENTER  CONTAX  FLEX  VAGAS  ALMAVIVA  VIDAX  SITEL  ATENTO  AVAYA  ALGAR  URANET  CALLINK  RANKING  TELEPERFORMANCE  NICE  TIVIT 
 
https://www.callcenter.inf.br/