Gamificação por chatbot
Fugativa e Xgen lançam solução para ações virtuais de treinamentos, avaliações e processos seletivos 27/07/2020 03:37
» Marcelo Loiacono
A Fugativa Escape Games e a Xgen firmaram parceria para desenvolver um modelo de treinamento corporativo gamificado adaptado aos dias atuais por meio do chatbot. A ferramenta permite que empresas realizem treinamentos, avaliações e processos seletivos em um ambiente virtual dinâmico e envolvente. Batizada de Chatbot Game, a ferramenta pode ser desenvolvida nos principais canais de comunicação on-line, como WhatsApp, Facebook Messenger, WebChat, Apple Business Chat, Telegram e Google RBM, além dos próprios canais do cliente. A base de conhecimento, ou seja, o conteúdo necessário para o treinamento, pode ser criado tanto pelo cliente quanto pela equipe do Chatbot Game.

"A ferramenta pode ser adaptada às necessidades de cada cliente, tanto em relação ao canal de comunicação utilizado quanto ao conteúdo", explica Fabio Passerini, fundador e sócio-diretor da Fugativa. "A vantagem de um treinamento gamificado é que ele consegue despertar o interesse e promover o engajamento do participante, o que gera resultados muito melhores do que os métodos convencionais, além de ser capaz de avaliar habilidades como raciocínio abstrato e atenção. A empresa também consegue saber em que etapa as pessoas estão errando mais para que possa reforçar o treinamento naquele ponto."

Investir na ferramenta virtual foi a maneira que a Fugativa encontrou de manter o negócio funcionando, uma vez que as atividades presenciais estão suspensas na cidade de São Paulo desde 18 de março. "Nós já temos experiência com treinamentos corporativos gamificados e dinâmicas de grupo em eventos. O que fizemos foi levar essa solução para o ambiente digital", diz Passerini.

O investimento corporativo em chatbots deve crescer cerca de 30% ao ano entre 2020 e 2024, de acordo com o Business Insider Intelligence. Essa foi a mesma taxa de crescimento observada pela Xgen nos primeiros 5 meses do ano. A alta foi ainda maior durante a pandemia do que o registrado nos meses anteriores. "Muitos dos nossos clientes migraram do serviço de voz para as mensagens. É um caminho sem volta, e as empresas sentiram isso. Quem não estava preparado teve de correr para não fechar as portas devido à pandemia de Covid-19", diz Marcelo Loiacono, diretor de novos negócios na Xgen.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin

Palavras mais procuradas

URANET  RANKING  CALLINK  VIKSTAR  ATENTO  VIDAX  SITEL  FLEX  NICE  AEC  TIVIT  ALMAVIVA  AVAYA  TELEPERFORMANCE  CSU  CONTAX  VAGAS  ALGAR  CALL CENTER  DNK 
 
https://www.callcenter.inf.br/