Callcenter.inf.br - O Nº 1 em Relacionamento com Clientes no Brasil RH Igualdade de gênero no empreendedorismo Homens e mulheres participando de forma igual da criação de negócios pode gerar US$ 5 tri à economia global
A promoção da igualdade de gênero no empreendedorismo pode gerar até US$ 5 trilhões por ano para a economia global. É o que analisa o Boston Consulting Group (BCG), em seu novo artigo. De acordo com o texto, se homens e mulheres participassem igualmente da criação de novos negócios, o Produto Mundial Bruto (PMB) poderia crescer de 3% a 6%, o que representaria incremento de US$ 2,5 a US$ 5 trilhões na economia.

A estimativa se baseia, principalmente, no número de novos empregos que seriam criados caso as mulheres tivessem os mesmos incentivos que os homens para empreender. No entanto, elas enfrentam barreiras maiores. A análise mostra, por exemplo, que suas empresas atraem, em média, metade dos investimentos comparadas às organizações fundadas por homens. O gênero masculino também tem acesso mais amplo a redes que estimulam e orientam o crescimento de seus negócios.

Para a construção do cálculo, o BCG analisou os indicadores divulgados pelo Global Entrepreneurship Monitor (GEM) e pelo Banco Mundial. O artigo utilizou uma amostra de 73 países - entre eles, o Brasil -, representando 178 nações de todos os continentes. A região mais beneficiada seria a Ásia-Pacífico, cuja economia receberia um incremento de US$ 1,7 trilhão. Em seguida, viria a Europa, com crescimento projetado de US$ 1,3 tri. Em terceiro lugar estaria a América do Norte, com previsão de aumento de até US$ 800 bilhões no PIB da região. Na América Latina, o crescimento previsto chegaria a US$ 300 bilhões.

A GRUBE & ASSOCIADOS NÃO SE RESPONSABILIZA PELOS ARTIGOS ASSINADOS E PERMITE A REPRODUÇÃO DOS TEXTOS PUBLICADOS DESDE QUE MENCIONADA A FONTE E COM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.

https://www.callcenter.inf.br/