Cadê a igualdade?
Diferença salarial entre homens e mulheres chega a 44,90% em funções com exigência de nível superior 08/03/2019 04:01
Ao analisar os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) sobre profissões e salários, a área de inteligência da plataforma Quero Bolsa detectou que estudar mais melhora a renda de homens e mulheres, mas não garante a igualdade salarial entre ambos. Em 2018, segundo o mais recente dado do Caged, a renda média mensal dos trabalhadores contratados para funções com exigência de nível superior foi de R$ 3.756,84 para homens e R$ 2.592,65 para mulheres. Uma diferença de 44,90%. Quando analisada a média salarial entre os gêneros de trabalhadores com até ensino médio completo, a diferença foi de 10,89%, com homens ganhando R$ 1.570,89 e mulheres com R$ 1.416,60 por mês.

Ingressar na faculdade, sem dúvida, ajuda homens e mulheres a aumentarem os ganhos. Na prática, mais anos de estudo aumentou 139,15% a renda dos homens e 83,02% a das mulheres. Mas a constatação é de que em todos os estados a média salarial dos homens é maior do que a das mulheres. As diferenças mais significativas foram registradas no Maranhão (33,30%), Sergipe (29,99%) e Bahia (29,37%), enquanto Roraima (4,74%), São Paulo (6,69%) e Pernambuco (11,45%) são as localidades onde homens e mulheres têm os salários mais próximos entre si.

Ao todo foram avaliados os salários médios pagos a homens e mulheres em 600 ocupações com contratações no País ao longo de 2018, segundo o Caged. Destas, apenas 90 apresentaram diferença superior a 5% favorável às mulheres. As ocupações onde mulheres ganham mais do que homens se concentram nas áreas de educação e saúde. Já os salários oferecidos aos homens foram pelo menos 5% maiores em 357 ocupações. Outras 153 profissões tiveram diferenças salariais inferiores a 5%, o que pode ser considerada igualdade salarial.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin

Palavras mais procuradas

AVAYA  NICE  TELEPERFORMANCE  SITEL  TELLUS  CSU  URANET  TIVIT  CALLINK  VIKSTAR  VAGAS  RANKING  PROVIDER  ATENTO  CALL CENTER  VIDAX  ALMAVIVA  CONTAX  AEC  TMKT 
 
https://www.callcenter.inf.br/