Na retaguarda, com todo apoio!
RH deve trabalhar de forma estratégica com todas as áreas para potencializar resultados 20/11/2015 12:33
» Carolina Bastos
Depois de viver anos de pleno crescimento, o Brasil vem enfrentando um novo quadro com a crise política e econômica. Se em 2014 já foi difícil, esse ano os desafios foram ainda maiores. Dentro desse novo cenário, é ainda mais essencial que o RH forneça os meios e as ferramentas adequadas para continuar potencializando os resultados do negócio. "Esse tem sido o nosso objetivo principal nos últimos meses", revela Carolina Bastos, diretora de RH da Datamétrica. "Temos conseguido operar com custos competitivos, imprimindo um trabalho de desenvolvimento forte das nossas lideranças, para que a gestão de pessoas e os resultados da companhia não sofram impactos negativos relevantes." Em cima disso, a executiva conta que, cada vez mais, o RH tem atuado de forma estratégica e unificada com todos os setores da empresa, possibilitando melhores resultados tanto quantitativos como qualitativos dos nossos colaboradores. Em entrevista exclusiva ao portal Callcenter.inf.br, Carolina fala sobre os desafios da área de RH em 2015, bem como detalha o caminho para lidar com eles e como a Datamétrica vem trabalhando nesse cenário.

Callcenter.inf.br - Qual foi o principal desafio da área nesse ano?
Carolina: Sabemos que o grande desafio, diante de um cenário econômico de insegurança, é manter os colaboradores engajados aos propósitos da companhia, em equivalência, precisamos também manter os profissionais com grande experiência e altamente capacitados. Dessa forma, as ações para avaliarmos cada vez melhor os nossos profissionais e o desenvolvimento de competências dos mesmos, tornaram-se essenciais, além de ter um plano estruturado de retenção de talentos, atração e captação de mão de obra.

Qual impacto disso nas operações?
A nossa avaliação atualmente é de que temos conseguido manter o nível de satisfação dos nossos colaboradores. Em contrapartida, diante de um cenário de mão de obra qualificada escassa, precisamos de mais tempo até que o profissional possa atingir os resultados necessários e da forma adequada.

Onde está a solução para essa questão?
A solução está em realizar treinamentos contínuos, ações de desenvolvimento e estruturação de carreira que tornem a companhia cada vez mais atrativa para profissionais que estão engajados em sua função e em seu crescimento profissional.

De que forma a Datamétrica tem trabalhado para lidar com esses desafios?
O RH, cada vez mais, ocupa um lugar estratégico no negócio e em destaque frente aos desafios propostos. Para tanto, estamos sempre aprimorando nossos processos alinhados à estratégia do negócio. Conseguimos diagnosticar as necessidades da empresa, com o objetivo de extrair, gradualmente, o melhor resultado do nosso time. Nunca esquecendo que o grande foco são as pessoas e que pessoas felizes, trabalham melhor.

Como enxerga esses desafios para os próximos anos?
Sabemos que o grande desafio para os próximos anos é tornar a visão de gestão de pessoas não algo meramente atrelado ao RH, mas uma atividade fundamental de cada gestor das diversas áreas da companhia. Uma nova mentalidade surgiu na última década no cenário das organizações, devido a maior complexidade das relações no ambiente de trabalho, ou seja, a de que o líder é o principal responsável pela gestão e desenvolvimento do seu colaborador. Isso provoca uma necessidade emergencial de mudanças constantes na forma como o RH atua, para exercer um novo papel e mais estratégico nas organizações.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin

Palavras mais procuradas

VIKSTAR  ALMAVIVA  RANKING  TIVIT  CONTAX  DNK  CALLINK  AVAYA  URANET  VAGAS  AEC  ATENTO  VIDAX  CALL CENTER  TELEPERFORMANCE  FLEX  SITEL  CSU  NICE  ALGAR 
 
https://www.callcenter.inf.br/