Dê poder a todos
Com empowerment, empresas têm maior envolvimento e comprometimento dos colaboradores 06/09/2013 04:24
» Alfredo Castro
Apesar de não ser um conceito tão novo, ainda são poucas as empresas que se utilizam do empowerment. Muitas ainda olham com certa desconfiança essa ideia de dividir o poder com os colaboradores. Porém, na visão de Alfredo Castro, sócio-diretor da MOT, cada vez mais as empresas deverão empoderar as pessoas para que elas possam ter maior poder de decisão no trabalho, maior envolvimento e comprometimento. "Há muito ainda que caminhar, mas esta é uma mudança sem volta", afirma o especialista.

Ele comenta que o conceito foi amplamente utilizado nos início do anos 2000 por meio de implementações, livros e palestras que mostraram que, de acordo com as mudanças da sociedade com maior democracia e participação das pessoas, que era preciso mudar os modelos de gestão ampliando o poder dos colaboradores. "Por isso o conceito de "empowerment" foi bastante explorado. Entretanto, isto não quer dizer que, após uma década, o conceito seja amplamente utilizado", reforça Castro, acrescentando que o empowerment deve ser adotado porque a competitividade e diferenciação no mundo empresarial dependem do grau de valorização e utilização do capital intelectual de seus colaboradores.

Para passar do conceito a prática, o sócio-diretor da MOT destaca que, em primeiro lugar, a empresa deve ter um diagnostico muito bem feito do modelo de liderança que é mais utilizado. Dependendo da forca e do estilo médio dos lideres da empresa, a implementação do empowerment pode ser mais ou menos facilitada.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin

Palavras mais procuradas

ATENTO  RANKING  AEC  VIDAX  CALLINK  ALMAVIVA  SITEL  DNK  TIVIT  CALL CENTER  CONTAX  VIKSTAR  FLEX  TELEPERFORMANCE  URANET  CSU  ALGAR  VAGAS  NICE  AVAYA 
 
https://www.callcenter.inf.br/