De olho nas oportunidades
Apesar do momento delicado, Uranet ainda vê caminhos para setor manter o crescimento 22/01/2016 03:49
» Andres Enrique Rueda Garcia
Ainda que muitos vejam oportunidades, o ano não deve fugir muito do que foi 2015. O cenário adverso deve permanecer, trazendo vários desafios às empresas e segurando o desenvolvimento dos negócios. Uma quadro que exige muita atenção. "Diante da crise econômica e principalmente política que o País atravessa, o ano de 2016 deverá ser de cautela e com retração de crescimento em todos os setores", alerta Andres Enrique Rueda Garcia, presidente da Uranet.

Ainda assim, ele pontua que, apesar de toda crise que o País atravessa, os serviços de telemarketing ainda são os mais baratos e eficazes para ampliar as vendas devido a facilidade de penetração no mercado por meio das mídias e da pulverização de contatos que a tecnologia oferece. Mas para aproveitar essa vantagem, o executivo destaca que é preciso identificar e alinhar oportunidades que ajudem os clientes e a empresa a atingir metas e objetivos, com redução de custos e investimentos que tragam retorno o mais breve possível. Em entrevista exclusiva ao portal Callcenter.inf.br, Rueda Garcia fala sobre suas expectativas para 2016 e os planos da Uranet.

Callcenter.inf.br - O que espera para o mercado de contact center em 2016?
Rueda Garcia: Diante da crise econômica e principalmente política que o País atravessa o ano de 2016 deverá ser de cautela e com retração de crescimento em todos os setores.

Qual deve ser o grande desafio das empresas do setor?
Identificar e alinhar oportunidades que ajudem nossos clientes e nossa empresa a atingir metas e objetivos, com redução de custos e investimentos que tragam retorno o mais breve possível.

Quais devem ser as tendências no setor esse ano?
Acredito que diante da crise as ferramentas tecnológicas terão papel essencial no ganho de desempenho dos atendentes e ao mesmo tempo fornecer indicadores e convergências de dados para definir as estratégias do call center e também as tomadas de decisões dos nossos clientes e nossos diretores.

Quais são os planos da sua empresa para 2016?
Diante do cenário econômico e político nossa meta é de 15% de crescimento. Faremos um trabalho com a nossa base existente demonstrando que nossas soluções contribuem para o cumprimento de metas, ampliando os serviços que já os oferecemos hoje. Outra linha de atuação é aumentar o uso de licenças da nossa solução de contact center IntergrALL.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin

Palavras mais procuradas

VIDAX  CALL CENTER  ALMAVIVA  TMKT  CONTAX  TIVIT  NICE  AVAYA  CALLINK  ATENTO  PROVIDER  TELLUS  TELEPERFORMANCE  VAGAS  AEC  URANET  SITEL  VIKSTAR  CSU  RANKING 
 
https://www.callcenter.inf.br/