Callcenter.inf.br - O Nº 1 em Relacionamento com Clientes no Brasil Outsourcing Hora de mudar Busca por maior rentabilidade das operações exigirá novas estratégias
Rentabilizar melhor o negócio. Esse deve ser o grande objetivo das empresas de contact center em 2014. "Esse é um setor que movimenta um grande volume de fluxo de caixa, porém, a rentabilidade final é pífia", afirma Andres Enrique Rueda Garcia, presidente da Uranet. Por isso mesmo, ele acredita que devemos ver, cada vez mais, a área de televendas trabalhar com operações 100% variável. "É a única maneira das empresas de contac center conseguirem rentabilizar o negócio", completa. Em entrevista exclusiva ao portal, Rueda faz uma avaliação da atividade e detalhas os planos da Uranet.

Callcenter.inf.br - O que devemos ver de transformação, esse ano, no mercado de contact center?
Rueda: Cada vez mais, atuar no setor de televendas com operações 100% variável é a única maneira das empresas de contac center conseguirem rentabilizar o seu negócio. Além disso, a atividade deve sair fora da incerteza da legislação sobre atividades fins, já que acreditamos que, em 2014, deva ter uma decisão final.

Qual deve ser o grande desafio das empresas de contact center?
Nosso setor tem que mudar de comportamento. Ele se vende mal para o seu cliente. Paga mal para seu colaborador. Atende mal o cliente do seu cliente. É um setor que movimenta um grande volume de fluxo de caixa, porém, a rentabilidade final é pífia. Este quadro alimenta "empresários" que vivem com políticas escusas tributárias e de sonegação. A boa notícia é que a continuidade de empresas administradas dessa forma tem prazo de validade. O setor sozinho se filtra.

E os planos da Uranet para 2014?
A ampliação da estrutura atual com mais um site na cidade de São Paulo com capacidade para mais 1000 posições. Consolidar o sistema Intergrall como ferramenta completa de atendimento para as empresas (Telecom/Front-End/CRM), inclusive lançando uma versão para ser comercializada por uma operadora de Telecom.

Qual a meta de crescimento?
Em torno de 20%, ampliando nossa base de clientes com o novo site e massificando a instalação de licenças de nosso software.

A GRUBE & ASSOCIADOS NÃO SE RESPONSABILIZA PELOS ARTIGOS ASSINADOS E PERMITE A REPRODUÇÃO DOS TEXTOS PUBLICADOS DESDE QUE MENCIONADA A FONTE E COM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.

https://www.callcenter.inf.br/