Nem tão bom assim
Pesquisa revela diferença entre opinião de empresas e consumidores brasileiros 04/06/2018 12:05
» Rodrigo Ricco
Empresas e clientes dão valor ao atendimento como fator essencial para um negócio, mas divergem quando o assunto é a qualidade do serviço prestado. Segundo pesquisa encomendado pela Octadesk, em parceria com a Mindminers, para 92% das empresas, o atendimento pode ser um grande diferencial, opinião compartilhada com 62% dos consumidores. No entanto, quando o assunto é a qualidade do serviço prestado, as opiniões se dividem: 45% das empresas consideram o atendimento prestado bom, enquanto 51% dos clientes avaliam como mediana e 16% deles, como ruim. O estudo ouviu 373 empresas e 500 consumidores.

"O estudo apontou que há um gap entre o que as empresas acreditam que entregam para os clientes e o que o consumidor sente que recebe delas. Notamos que grande parte dos clientes, 38%, acreditam que as empresas se importam pouco com a qualidade do atendimento que oferecem e 15% acreditam que elas não se importam de modo algum. Isso mostra que, apesar de as empresas afirmarem compreender a importância do atendimento, elas não passam credibilidade suficiente para seus consumidores", explica Rodrigo Ricco, CEO da Octadesk.

Serviços de telefonia, internet e TV a cabo encabeçam a lista de pior atendimento, com a opinião de 67% dos consumidores entrevistados. Seguidos pelos bancos e serviços financeiros, com 36%, e hospitalar, com 34%. O tempo de espera e o despreparo dos atendentes é apontado como os fatores que mais incomodam. Por outro lado, o atendimento prestado por lojas online, 27%, livraria, 23%, e agências de turismo e lazer, 21%, são considerados pelos clientes os melhores.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin

Palavras mais procuradas

VIKSTAR  ATENTO  TIVIT  ALMAVIVA  VAGAS  TELEPERFORMANCE  TELLUS  TMKT  VIDAX  CONTAX  NICE  CSU  SITEL  AVAYA  CALL CENTER  RANKING  CALLINK  AEC  FLEX  URANET 
 
https://www.callcenter.inf.br/