Na era dos robôs, a fidelização de clientes ainda existe?
É preciso conhecer bem os consumidores para usar bem os recursos tecnológicos 09/10/2019 10:31
» Catarine Sichieri Pelice
Autora: Catarine Sichieri Pelicer

Se olharmos para a evolução do relacionamento entre clientes e empresas nos últimos anos, veremos muitos investimentos em tecnologia de um lado, e um consumidor cada vez mais exigente do outro. Ambos buscam nos recursos tecnológicos uma forma de otimização de tempo. Mas em meio a tanta informação, inteligência artificial e atendimento por chatbots, será que as marcas ainda conseguem se conectar e fidelizar seus clientes?

Existe uma linha tênue que separa essa infinidade de recursos e o conhecimento sobre eles. A verdade é que muitas empresas querem se transformar digitalmente, mas poucas conhecem seu cliente em todos os pontos de sua jornada para oferecer o melhor canal de comunicação. É preciso entender que a tecnologia pode, deve e tem um papel fundamental na fidelização do cliente em todos os processos, indo desde o primeiro contato com a empresa até chegar ao pós venda, e é exatamente por isso que as invenções tecnológicas estão sempre rondando as discussões sobre o futuro do varejo.

Contudo, não é qualquer esforço que torna o cliente fiel, essa ação está diretamente ligada a dois aspectos: o prático e o resolutivo. Se o cliente procura um canal e demora para ser atendido, se o problema é jogado para vários atendimentos e/ou se ele precisa repetir sua história em cada contato, o canal que sua empresa está disponibilizando não é resolutivo e muito menos prático. E, sinto em te dizer, você está prestes a perder esse cliente (talvez para sempre).

A automatização desse tipo de serviço com bots, por exemplo, que resolvem de 60 a 70% das chamadas não é uma forma mágica para atender bem. A questão é que não basta só automatizar ao máximo o atendimento e disponibilizar vários canais para o contato. É fundamental que eles estejam alinhados com todas as informações já passadas pelo cliente, seja essa comunicação pelo WhatsApp, chat, e-mail, Skype, Telegram, Facebook Messenger e Apple Business Chat.

A função do omnichannel é fazer com que o cliente tenha certeza que será atendido da mesma forma e com o mesmo nível de qualidade em todos os canais, seja pelo bot ou pelo humano. A inteligência artificial contribui muito para esse atendimento eficaz, preparando o caminho e dando suporte para um atendimento personalizado e definitivo.

Agora que temos um contexto sobre o momento em que vivemos, deixo algumas dicas para conseguir efetivamente fidelizar o cliente utilizando a tecnologia da melhor forma:

1. Use as ferramentas para pensar e repensar processos resolutivos para o cliente. Coloque ele no centro!
2. Ajuste os processos internos. O que funcionava antes, pode estar totalmente fora da realidade atual, estude o cenário e ajuste o que for preciso.
3. Busque uma ferramenta estável e robusta. O mercado já oferece plataformas que te atendem do início ao fim da jornada de forma muito eficiente. Procure aquela que melhor atende suas necessidades e as dos seus clientes.
4. Tenha uma equipe de atendimento enérgica, ágil e bem treinada, que entenda o seu produto e processos de sua empresa.
Os recursos estão disponíveis, o mercado está em evolução. E você, está fidelizando ou atendendo as pessoas certas pelos canais errados?

Catarine Sichieri Pelicer é gerente de produtos da Wavy.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin

Palavras mais procuradas

TELEPERFORMANCE  URANET  CALL CENTER  AEC  VAGAS  CALLINK  CONTAX  ALMAVIVA  VIKSTAR  TIVIT  TELLUS  AVAYA  VIDAX  ATENTO  RANKING  NICE  FLEX  TMKT  CSU  SITEL 
 
https://www.callcenter.inf.br/