RH e tecnologia, parceria indispensável
Soluções permitem que gestores tenham mais tempo para lidar com questões estratégicas 11/09/2019 10:02
» Elaine Reis
Autora: Elaine Reis

A constante preocupação do departamento de Recursos Humanos (RH) em disponibilizar condições de trabalho adequadas são características essenciais nos processos de desenvolvimento das empresas. Cada atividade, área e assunto discutido no RH é extremamente estratégico para uma organização que visa otimizar suas atividades e garantir que os profissionais exerçam suas funções sem problemas. Ou seja, pequenas, médias e grandes empresas precisam entender a necessidade dos recursos humanos para terem sucesso dentro e fora das corporações.
 
Entre as melhorias de apoio ao departamento de RH, a Portaria 1510/2009, conhecida como a "Lei do Ponto Eletrônico" e que institui regras do registro eletrônico da jornada de trabalho dos empregados, surgiu como uma importante inovação. A nova modalidade de registro auxiliará não apenas a gestão de RH, mas principalmente os colaboradores. Isso porque a portaria tem como finalidade preservar os direitos às horas extras e protegê-los das cargas horárias excessivas. Logo, os sistemas eletrônicos impedirão que os registros sofram manipulações ou sejam excluídos, garantindo assim mais eficácia, integridade e confiabilidade.
 
Assim como em outras áreas, a tecnologia é vital para a gestão e o progresso organizacional. Nos últimos anos, inúmeros sistemas tecnológicos têm surgido para auxiliar nas questões de controle do dia a dia das empresas. Com isso, os gestores ganham mais tempo para lidar com questões estratégicas das atividades fim do negócio em vez de perderem tempo com afazeres administrativos. É o caso dos sistemas eletrônicos de ponto.

Recentemente, uma nova maneira de gestão surgiu com a utilização dos aplicativos que realizam a marcação de ponto de maneira remota. Trata-se de uma tecnologia de fácil utilização, que faz o registro de ponto por meio do reconhecimento facial e pode ser baixada em dispositivos móveis como tablets e smartphones.
 
A solução, além de prática, oferece ao RH uma visão mais detalhada sobre os colaboradores e os processos organizacionais. Como exemplo, algumas tecnologias geram indicadores de produtividade de cada setor da empresa, possibilitando aos gestores entenderem melhor os processos e, assim, cheguem a soluções para que cada colaborador exerça melhor suas atividades. Não se trata de um controlador de produção fabril, mas de uma ferramenta de desempenho que visa a qualidade do serviço e promova o bem-estar dos funcionários por meio de um gerenciamento inteligente de processos, funções e ambiente de trabalho. 
 
Quem defende que empresa boa é aquela que só produz, está completamente equivocado. Uma organização tem entre suas diretrizes a função de apresentar aos seus funcionários um lugar que seja bom para trabalhar, que haja respeito e reconhecimento.
 
A tecnologia coopera com os procedimentos de gestão, disponibilizando informações para ampliar as estratégias organizacionais e trazer melhores resultados nos indicadores de produtividade. Com ela, é possível identificar se um colaborador está com problemas de saúde, dificuldades para completar uma operação ou mesmo saber se há alguma questão pessoal. Trata-se de uma identificação qualitativa e que visa prestar os devidos recursos às equipes profissionais.
 
Inovação empresarial não significa unicamente os investimentos em solução de tecnologia. Trata-se de um processo de alinhamento entre os equipamentos disponíveis na estrutura organizacional com a experiência e qualificação humana. Diante disso, o RH tem papel fundamental de unir essas duas forças para a formação de equipes preparadas aos desafios no mundo corporativo.
 
Recrutamento, estruturação, treinamento, instrução, capacitação e qualificação são conceitos básicos que uma empresa deve ter em sua estrutura. Para que esse conceito seja exercido, a tecnologia e o RH sempre devem trabalhar em conjunto para atingir a efetividade nas empresas e superar os desafios com as equipes, propondo objetivos e metas claras para que todos os envolvidos tenham motivação para atingi-los dentro de um ambiente profissional saudável.

Elaine Reis é coordenadora de RH da Tree Part.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin

Palavras mais procuradas

CSU  VAGAS  AEC  VIKSTAR  ATENTO  URANET  AVAYA  NICE  TIVIT  SITEL  CONTAX  RANKING  FLEX  TELLUS  TMKT  ALMAVIVA  CALLINK  TELEPERFORMANCE  VIDAX  CALL CENTER 
 
https://www.callcenter.inf.br/