Como trabalhar a inteligência emocional do funcionário
Hoje, é imprescindível ter também racionalidade e controle emocional 01/03/2019 10:15
Autor: Alexandre Pedro

Discordâncias são normais, afinal, somos diferentes e, portanto, temos opiniões divergentes. No entanto, no âmbito corporativo, a falta de entrosamento entre os profissionais pode gerar um grande prejuízo, tanto para a empresa como para o funcionário.
 
Ao avaliar um candidato, as corporações focam primeiro no currículo. Este aprovado, é feita uma entrevista presencial, para que se conheça o candidato. E qualquer detalhe é analisado: o traje, o cabelo, as unhas, maquiagem, barba, postura, comunicação...  Nada passa despercebido.
 
Mas a verdade é que um currículo notável e uma boa impressão durante a entrevista não definem uma pessoa. Só será possível conhecer a personalidade deste profissional ao longo do dia a dia.
 
O fato é que, hoje, há uma característica que se tornou fundamental para o sucesso no mundo dos negócios: a inteligência emocional. Por mais competente e qualificado que seja o novo funcionário, é imprescindível que ele tenha também racionalidade e controle emocional.

O profissional visado atualmente tem total capacidade de reconhecer e avaliar os seus próprios sentimentos e os dos outros, assim como a capacidade de lidar com eles. A inteligência emocional é a competência responsável por boa parte do sucesso e da capacidade de liderança de um ser humano.
 
Mas como identificar essa característica tão importante em um processo seletivo?
Quando falamos de personalidade e de características pessoais, devemos levar em conta a história daquele profissional. Para isso, o ideal seria realizar um processo semelhante ao que se faz em uma terapia. Neste processo, será possível entender até questões familiares e de infância, fatores que dizem muito sobre alguém.
 
Vale lembrar que todo mundo tem problemas. Se feridas do passado ou do presente forem um empecilho para a contratação de um profissional promissor, a empresa não contrata mais ninguém.
 
Como vivemos em um mundo caótico, o melhor a se fazer é identificar o nível de inteligência emocional do candidato, se aprofundar no seu lado pessoal e, caso ele tenha qualificação para a vaga em aberto, contrata-lo e ter disponível na empresa não somente um RH que saiba identificar talentos, mas também profissionais especializados para ajudar a lidar com o lado psicológico dos colaboradores.
 
Como lidar com profissionais que tenham problemas emocionais?
Às vezes nem imaginamos que aquela pessoa com quem convivemos diariamente no trabalho tem traumas seríssimos relacionados a conflitos de família, por exemplo.
 
Em uma determinada situação de stress ou desentendimento com alguém, é possível que esse funcionário possa, inconscientemente, buscar na sua memória algum destes traumas e ativar um gatilho emocional, reagindo de modo que possa até comprometer seu emprego.  
 
Dessa forma, muitas empresas perdem grandes talentos por não ter seu olhar voltado para o emocional. Isso vale para gestores. Aquele que teve, por exemplo, autoridade excessiva na infância, é provável que desempenhe uma rigidez exacerbada, causando tensão e desmotivação na equipe.
 
Um trabalho minucioso no contexto pessoal dos funcionários identificaria padrões comportamentais, facilitando o auxílio na melhoria da inteligência emocional de cada um. Este processo custa muito menos do que a reposição de um bom profissional ou a perda de produtividade de toda uma equipe.
 
Foi-se o tempo em que "os problemas pessoais ficam da porta da empresa para fora". Hoje, auxiliar o funcionário no aperfeiçoamento de sua inteligência emocional é uma estratégia assertiva. Ambos saem ganhando: a empresa, por diminuir a desmotivação e o turn over; e o profissional, que irá melhorar seu desempenho e ter mais sucesso nos negócios!

Alexandre Pedro é psicanalista pela Sociedade Internacional de Psicanálise de São Paulo; Master Practitioner de PNL filiado ao NLP Academy; hipnoterapeuta filiado ao International Board of Hipnosys e ao National Guild of Hipnotists.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin

Palavras mais procuradas

TMKT  VIDAX  CSU  ALMAVIVA  PROVIDER  AEC  RANKING  TIVIT  CALL CENTER  TELEPERFORMANCE  URANET  AVAYA  VAGAS  ATENTO  NICE  SITEL  VIKSTAR  CALLINK  TELLUS  CONTAX 
 
https://www.callcenter.inf.br/