Sem distração, nem insatisfação
Três problemas que afetam a produtividade no trabalho e como combatê-los 19/02/2019 10:18
Autor: Roberto Vilela

Há quem diga que o ano só começa após o Carnaval. A clássica frase presente na rotina dos brasileiros revela uma preocupação comum entre os gestores nesta época do ano: como garantir bons resultados no ambiente de trabalho em um período que une retorno gradual de férias, planejamento empresarial e outros fatores atípicos? Além disso, a performance dos profissionais brasileiros também é preocupante: segundo um estudo da Fundação Getúlio Vargas, o Brasil aparece na 50ª posição do ranking de produtividade realizado com 68 nações.

Este panorama deve servir de alerta para que lideranças criem ações para driblar problemas comuns de produtividade. O engajamento acontece em várias frentes, mas há três questões que tem um peso importante quando avaliamos os resultados profissionais: o ambiente de trabalho, a transparência na comunicação e o excesso de burocracia.

Trago abaixo algumas dicas de como reverter problemas comuns que levam à distração e insatisfação profissional:

1 - O ambiente precisa ser adequado
Quando tocamos neste assunto existe um senso comum de que local adequado é aquele com conforto. Obviamente é importante ter uma boa cadeira, uma mesa com espaço ou mesmo um local de descanso ou descontração. Porém estas questões são periféricas quando o assunto é produtividade. Um fator importante, por exemplo, é a estrutura digital, o uso de ferramentas adequadas para a realização das atividades e a colaboração para o crescimento sustentável. O home office é um modelo que tem crescido em algumas profissões, por exemplo. O importante é que o profissional tenha as ferramentas adequadas para exercer suas funções e a liberdade para organizar seu espaço de maneira que se sinta mais confortável e engajado em suas tarefas.

2 - Não recebo feedback, e agora?
Este é ainda um problema comum nas empresas brasileiras e fator decisivo para a falta de empenho ou mesmo desligamento de colaboradores. Ninguém pode melhorar se não souber o que seus líderes pensam a respeito do seu trabalho ou postura. A transparência é essencial para que uma equipe possa aumentar a performance, especialmente em épocas como o início do ano. Aproveite a volta das férias para bate-papos que envolvam a estratégia de atuação da companhia e esteja aberto às sugestões dos colaboradores. Sentir-se parte do negócio é fundamental para produzir mais.

3 - Muito processo, pouco resultado
Comum especialmente em empresas de médio e grande porte, a burocracia é uma vilã da produtividade. Nas análises que faço percebo que muitas vezes o profissional precisa passar por N pessoas até conseguir a aprovação de um projeto, uma ação com o cliente, uma sugestão de melhoria. Quando essa situação é frequente, ele tende a se acomodar e desiste de se dedicar a novas ações. Faz apenas o que está em suas mãos e, consequentemente, reduz sua produtividade. Para evitar este problema aconselho uma análise crítica e constante de processos internos. Isso também significa dar mais autonomia às equipes, mostrar confiança em quem dedicas diversas horas do dia para o seu negócio. É fazer diferente para se chegar a novos resultados e, a partir daí abrir novas portas para a criatividade e a melhoria da performance dos profissionais.

Roberto Vilela é especialista nas áreas de gestão e estratégias comerciais. Atua com serviços de consultoria comercial, treinamentos vivenciais e palestras.

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin

Palavras mais procuradas

PROVIDER  AVAYA  CALL CENTER  URANET  VAGAS  ATENTO  TELLUS  RANKING  CALLINK  CONTAX  TMKT  ALMAVIVA  VIKSTAR  NICE  TIVIT  AEC  SITEL  VIDAX  CSU  TELEPERFORMANCE 
 
https://www.callcenter.inf.br/